segunda-feira, 23 de março de 2009

Chocolate, não.


Denise, minha filha, gosta de chocolate. Quem não gosta? Mas a menina é alérgica e está proibida de ingerir qualquer produto que seja, ao menos, derivado do chocolate.

Tenho pena, eu a amo com todas as forças da minha alma, mas tenho que dizer não.

Na vida, precisamos do sim, mas o não nos mostra os limites. Isso não é mal!

8 comentários:

VANUZA PANTALEÃO disse...

Nossa, Gigi!
Pior é que nem posso recriminar sua filhinha...adoro chocolate!!!Rsss.
Beijos achocolatados a ambas!

O Profeta disse...

Passei para te deixar um terno beijo

Carioca disse...

Vc também sufoca muito a menina, deixa ela comer um chocolatinho, vai me desculpar, hein?

Sinfonia Imortal disse...

Gigi e De, dois anjos na minha vida. Beijos do tio!

O Profeta disse...

Para que a terra não trema
Para que esta Ilha seja de boa guarida
Mil e muitas ave-marias
Para iluminar tanta alma perdida

Em meu peito bate a fé
Sou um caminhante de muda revolta
Olhos presos a este manto verde
Alma que se ergue e fica solta


Boa Páscoa


Mágico beijo

rosa dourada/ondina azul disse...

Logo vai ser alérgica ao chocolate...


Beijinho,

O Profeta disse...

Ó chamateia que fala da saudade
Ó canção que pões um brilho nos olhos
Ó mulher que tens a forma da viola
Ó que espalhas paixões aos molhos

E o cantar da meia-noite
A todos encanta e seduz
Cantar até que morra a voz
Cantar até que haja luz


Vem tocar uma Viola de dois corações

Bom fim de semana



Mágico beijo

entremares disse...

Passamos a vida a dizer sim...
Claro, é mais fácil.
( que o digam os vendedores )

O não é difícil.
E não só ao chocolate.